The king of Fighters 94 - Clássicos

THE KING OF FIGHTERS 94 mudou o mundo dos logos de lutas.


The King of Fighters '94 é o inicio de uma das series mais aclamadas dos jogos de luta. Nem parece mas ano que vem já fazem 23 anos do lançamento deste jogo.


O conceito principal era reunir os principais personagens da SNK em um crossover, que por si só ja era uma ideia bem interessante visto o sucesso de seus jogos e personagens na época que o jogo foi lançado.

Mas indo alem reunir os lutados, ainda foi criado um novo sistema de batalha em jogos de luta, onde os combates são feitos com times de 3 lutadores, assim ficou um jogo bem original e principalmente divertido.

Em alguns aspectos os times fixos são ate interessantes, onde o jogador tem o que aprender a jogar com os outros integrantes do time, era um desafio a mais. Mas com certeza nada se compara ao prazer da customização do seu próprio time. Era difícil uma ideia como essa não dar certo, e não é a toa que como todos sabem, "The King of Fighters" se tornou uma das mais populares franquias de jogos de luta de todos os tempos.


Eu me lembro muito bem que saia com o meu irmão Alex pra irmos jogar no bar da esquina, para gastarmos o nossos centavos, centavos conquistado com muito suor..kkkk e não era em PS4 ou Xbox, era em Fliperama (conhecido como Arcade), um fliperama parecido com este da foto ao lado...#tempobom...kkk

Eu acompanhei de perto a evolução do jogos de lutas, pois já era fã das já clássicas franquias fatal fury e
Art of Fighting e  quando vi o jogo fiquei muito louco pra ver os personagens principais de ambas se enfrentando. Mesmo com excelentes jogos de luta lançados em 94, o The king of Fighters ou KOF'94 como e conhecido pelos fã, conseguiu sua atenção devido ao inovador sistema e pelo elenco dream team.

KOF´94 traz tambem personagens resgatados de series de arcade antigas dos primórdios da SNK como Ikari Warriors e Psycho Soldier, alem tambem de personagens originais da serie. (QUEM É FÃ SABE DE QUEM SÃO ESSES CARAS...kkkk)

O legal do 94 é que tem menos foco em personagens específicos, aqui pode-se dizer que basicamente os times tem o mesmo peso, apenas uma leve inclinação para o time do Japão e Brasil.

Comercial do jogo:




Um pouco da Historia.

Tudo começa no torneio "Zen Nihon Ishu Kakutogi Taika" (campeonato japonês que envolve todas as artes marciais), onde Kyo Kusanagi atinge às semifinais e vai lutar contra Goro Daimon, que é um famoso lutador de judô. Goro perde a batalha e Kyo passa para a final,onde enfrentara Benimaru Nikaido. Esta é uma luta muito difícil mas em última instância, Benimaru é derrotado e Kyo é nomeado como "campeão do torneio".



    Kyo Kusanagi                                                                                                                                                                          Goro Daimon

Todos os participantes que se revelaram como grandes lutadores, acabam por receber uma carta de alguém até então desconhecido. O envelope leva um carimbo com a insígnia "R" na mesma. A carta é um convite para que os lutadores participem de um novo torneio chamado de "O Rei dos Lutadores" ou THE KING OF FIGHTERS (Este torneio é o mesmo que foi organizado na em South Town ou "Cidade do Sul").

As novas regras indicam que os lutadores devem participar em equipes de 3 integrantes cada. Este torneio não é reconhecido pelos grandes nomes das artes marciais, mas mesmo assim, fica famoso pelo mundo todo.

Kyo, Benimaru e Goro decidem formar uma equipe, devido ao seu sucesso no torneio realizado no Japão, e é por isso que decidem por representar o país. Este torneio é organizado ilegalmente por um líder da máfia internacional chamado Rugal.

O seu único objectivo é derrotar os lutadores mais foertes do mundo e transformá-los em estátuas, afim de ampliar a sua coleção. (dentre eles estão alguns personagens de Street Fighter, mas modificados).

Há uma equipe de mercenários que representa o Brasil e é liderada por Heidern. Heidern é um militar que está ligado a Rugal por um trágico acontecimento e entrou no torneio para encontrar uma forma de destruir Rugal.

Ao decorrer do torneio, a equipe de Kyo avança posições mas a equipe de Heidern é eliminada, muda o seu objetivo e começam a espionar os acontecimentos do torneio.

A equipe do Japão chega à final e um helicóptero é enviado para recolher os vencedores e levá-los para um porta-aviões, onde estão o seu prêmio o organizador do torneio.

A equipe que representa o Japão é recebida por Mature (secretaria de Rugal), que os guia até o local onde Rugal os aguarda. Kyo se assusta quando encontra, na porte de entrada de onde rugal está, seu pai (Saisyu Kusanagi) prestes a morrer. Saisyu havia chegado até lá para destruir Rugal que, aparentemente, tem uma sólida ligação para com um "poder negro" ligado ao Clan Kusanagi.

Saisyu falha na sua tentativa de eliminar Rugal, e adverte Kyo sobre o perigo em lutar contra Rugal. Kyo que só pensava em conquistar o prêmio, agora tem motivos pessoais para acabar com a raça de Rugal.

Rugal é apresentado e não deixa dúvidas sobrea a sua intenção em transformar seus adversários em estátuas, caso fracassem.

Rugal luta menosprezando os seus adversários, da quipe Japonesa, apanhando da equipe de Kyo. Rugal mostra seu aspecto mais ameaçador (Omega Rugal). Rugal conta com poderes que são os que ele roubou dos lutadores que ele derrotou e, graças a eles, derrota Goro e Benimaru. É a vez de Kyo que faz tudo que pode, o combate é equilibrado, mas Kyo vence Rugal. Rugal, ja fraco, saca um dispositivo de auto-destruição (do porta-aviões) e o ativa.

Goro, Benimaru e Kyo fogem do porta-aviões em uma lancha, não conseguem o prêmio porem tem o reconhecimento de serem os capeões do KING OF FIGHTERS 94.

Os restos de Rugal e Saisyu são recolhidos pela companhia de Rugal e são reanimados. Rugal que havia sofrido grandes danos é reconstruido com partes cibernéticas, que além de deixá-lo mais resistente, terá mais controle sobre seus poderes.

Abertura do jogo:


Elenco de Personagens


Time Heróico (Time do Japão): Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido e Goro Daimon.

Fatal Fury (Time da Itália): Terry Bogard, Andy Bogard e Joe Higashi.

Art of Fighting (Time do México): Ryo Sakazaki, Robert Garcia e Takuma Sakazaki.

Time das Lutadoras (Time da Inglaterra) : Yuri Sakazaki, Mai Shiranui e King.

Psycho Soldiers (Time da China): Athena Asamiya, Sie Kensou e Chin Gentsai.

Ikari Warriors (Time do Brasil): Heidern, Ralf Jones e Clark Steel.

Time de Kim (Time da Coréia): Kim Kaphwan, Choi Bounge e Chang Koehan.

Time dos Espotes Americanos (Time dos EUA): Heavy D!, Lucky Glauber e Brian Battler.

Porta Aviões Alemão Blacknoah (Chefão): Rugal Bernstein
Fotes: Game Hall

0 comentários: